Qual a mensagem que o governo Dailton quer passar para a população de Madre de Deus?

Enquanto a cidade padece com o descontrole da pandemia e a política tem causado frustração ao cidadão madredeusense, parece que tem membro do alto escalão do Executivo local esquecendo de dar exemplo de cuidado com imagem da gestão municipal.

Enquanto os ministros de Bolsonaro serão calcanhares fragilizados para o presidente e auxiliares do prefeito de Salvador, Bruno Reis, causam dissabores para o gestor da capital baiana, Dailton Filho também pode ter que defender o indefensável ou agir exemplarmente para fazer valer seu discurso nas redes sociais.

Vídeos que foram recebidos pelo Diário da Metropolitana mostram a imprudência na condução de um veículo em claro conflito com as leis de trânsito por parte de um secretário municipal. Além de dirigir sem cinto de segurança, permitir que passageiros estivessem sem o equipamento, ainda transitou com passageiros no porta malas. Todas as condutas são passíveis de medidas administrativas e punição por multa. As manobras perigosas vistas nos vídeos realizadas em área de circulação de pedestres coloca em risco a vida dos ocupantes do veículo e de transeuntes.

Além de todas as infrações de trânsito que poderiam resultar em multa e até retenção do veículo, o secretário em questão não utiliza máscaras de proteção contra o coronavírus. Essa conduta é obrigatória na presença de mais um passageiro no veículo.

A sessão ordinária desta terça-feira (25) promete pegar fogo no Legislativo local. Vereadores oposicionistas preparam intervenções para cobrar respostas ao Poder Executivo quanto à postura considerada “inconsequente” de um representante da prefeitura que mesmo em momento pessoal deveria zelar pela vida e pela mensagem de prevenção ao coronavírus. Um dos encaminhamentos que poderá ser feito é para explicações acerca do veículo usado na “aventura em quatro rodas” protagonizada pelo artista-secretário.

Cabe lembrar que mesmo fora do expediente, o ocupante de cargo público deve manter conduta ética condizente com permanente zelo pela imagem e integridade nstitucional, bem como da segurança de bens e pessoas a ele confiados.

Várias gestões municipais, casas legislativas e demaos órgãos públicos possuem  códigos de conduta para seus integrantes em todos os escalões como forma de apurar e responsabilizar possíveis transgressões para que não caiam no paternalismo político.

 

Leia a anterior

S.F.Conde: Bombeiros do 14º GBM atuam em explosão em fábrica de envase de GLP

Leia a próxima

Candeias: vereadora “nomeia” marido como co-vereador, pede carterinha e kit parlamentar

Deo seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *