Nova etapa de tratamento ambiental começa em Madre de Deus

Uma nova fase do tratamento ambiental decorrente de contaminação no terreno da CCC será iniciada a partir desta quarta-feira, 17. Para isso, um trecho da rua Santos Dumont, vizinho ao terreno da CCC, com cerca de 160 casas, será desocupado. A área foi declarada de utilidade pública pelas autoridades municipais.

A ação está prevista em acordo assinado pela Prefeitura, Ministério Público do Estado da Bahia e Companhia de Carbonos Coloidais (CCC), desde 2015. A Braskem apoiará a implementação do programa de desocupação, que contempla terrenos e edificações residenciais e comerciais. O programa deverá ser concluído em até 6 meses e o cronograma tem duas fases, com priorização que considera critérios técnicos.

A desocupação é necessária para a continuidade do monitoramento e tratamento ambiental no terreno da CCC, onde foi detectado, por volta do ano 2000, um vazamento de produtos da empresa Tecnor. O órgão ambiental do Estado da Bahia (INEMA) solicitou que a Braskem conduzisse o tratamento ambiental devido ao seu amplo conhecimento técnico sobre os produtos químicos. No último estudo realizado verificou-se que não há tecnologia segura disponível capaz de promover o tratamento da área sem desocupar o local.

As famílias serão atendidas pelo PDTA – Programa de Desocupação para Tratamento Ambiental. Ele contempla indenização mediante celebração de acordo individual e os benefícios de orientação jurídica e auxílio para mudança. Será disponibilizado o telefone 0800-100-9101, para atendimento gratuito. O Ministério Público do Estado da Bahia e a Prefeitura Municipal de Madre de Deus acompanharão o andamento do Programa.

Leia a anterior

Primeira vacinada em Camaçari recebe 2ª dose da CoronaVac

Leia a próxima

Deputada Fabíola Mansur restringe acesso a gabinete para conter avanço do coronavírus

Deo seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *