Deputada Fabíola apresenta moção em homenagem aos 20 anos da Associação dos Albinos

A deputada Fabíola Mansur (PSB) apresentou, na Casa Legislativa, uma moção de aplausos pela passagem dos 20 anos de criação da Associação das Pessoas com Albinismo na Bahia. A socialista ressaltou no documento a importância do trabalho que a Apalba desempenha na luta em defesa dos direitos dos albinos.

Durante as duas décadas de trajetória, elogia a parlamentar, “a entidade tem atuado fortemente no combate ao preconceito e na luta por acessibilidade, inclusão e visibilidade”. Ela lembra que a associação conta atualmente com 560 pessoas cadastradas, 90 associados e sempre participa de fóruns nacionais, de aliança global entre os continentes, engajando-se nas lutas com alcance internacional.
Mansur, também médica oftalmologista, explica que os portadores de albinismo nascem sem produzir o pigmento que lhes dá a cor da pele, pelos, cabelos e olhos. “Com o tempo, sofrem com o envelhecimento precoce e câncer de pele, que causam grande sofrimento. Seus olhos, quase sempre, com movimentos involuntários da íris, sofrem muito com a exposição solar e evoluem para visão subnormal e cegueira”, detalha a parlamentar.

De acordo com a legisladora, não existem dados completos sobre o albinismo no Brasil e, na Bahia, eles variam de acordo com as fontes. A Organização das Nações Unidas diz que a prevalência do albinismo é maior entre as populações indígenas e afrodescendentes, incluindo comunidades quilombolas.
Fundada em 2001, a Apalba exerce um papel fundamental na vida de muitos albinos que são orientados e apoiados inclusive neste período da pandemia, salienta a presidente da Comissão de Educação, Cultura, Ciência, Tecnologia e Serviços Públicos da ALBA.

“Essa luta merece o respeito e a admiração de todos. Em nome do diretor da Apalba, Joselito Luz, abraço todos os associados e solicito à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa que esta moção de aplausos seja encaminhada também para a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Governo da Bahia”, finalizou Fabíola Mansur.

Leia a anterior

Vereadores pedem implantação de gripários e desinfecção dos espaços de atendimento ao público em Camaçari

Leia a próxima

Comissão de Educação discute aulas remotas na Bahia

Deo seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *